Pages

quarta-feira

#BlogNemComento - Brasil. Um país longe do Laicismo


Vivemos num Estado laico, isto é, as autoridades religiosas não fazem parte da regulação da vida pública. O direito é responsabilidade do poder público
Sir.Hob

O Brasil é um país que têm uma forte influência religiosa, em parte pelo passado de colonização e miscigenação com a população africana, que é um povo de extrema religiosidade, e os portugueses que trouxeram o catolicismo como religião oficial. Dentre a religião Católica e o Candomblé que foram as primeiras religiões a serem trazidas de fora, também eram pregadas a religião indígena voltada para as forças da natureza e de deuses que os próprios acreditavam. A história do Brasil é marcada por sofrimento e apegação a fé, o que pode nos explicar a grande influência que as religiões ainda têm sobre o estado brasileiro.
Embora a história têm mostrado que a grande base e talvez uma grande aliada do estado brasileiro têm sido a religião, a Constituiçao Federal assegura um Estado Laico e nossos governantes vêm eleição após eleição, a proclamar esse estado, que não existe.Diferente do que se prega, o Brasil hoje é um país que está além de um grande parceiro da religião, está além disso.O Brasil hoje é um país dominado pela religião e que está longe do tal estado laico.A Política está cheia dos pastores e bispos que fazem pressão perante o congresso e as câmaras pelo Brasil a fora, lutando para que as leis que lá votadas, sejam aprovadas a partir de um " raio x " dogmático.Usar da fé, ideiais dogmátios e conceitos religiosos tem virado cada vez mais rotina em nosso país, pois é uma prática que dificilmente irá dar errado.
A fé, aquela que move montanhas, é capaz de ilubridiar as pessoas a concordarem com qualquer coisa que seu líder religioso proclame, sem ao menos estudar o que o mesmo prega. A fé ganha além dos líderes reliosos-políticos, os fiéis, e por isso fica mais fácil aprovar suas substituições, arquivamentos, etc.
Para a população gay, o fardo é mais pesado, pois somos alvos certos e óbvios.A população evangélica, e devo dizer nem todas, mas a maioria, têm em sua consciência que somos abominações demoníacas e muitas pessoas ainda proclamam sermos aberrações e doentes mentais. Algumas pessoas acabam se destacando tanto que conseguem chegar em um patamar diferenciado, viram políticos.
Essas pessoas detém o poder de criar, mudar e aprovar ou não leis, projetos e qualquer iniciativa pró gay que tramita em todo Brasil, e os mais importantes, no congresso nacional.A anos o movimento gay têm sofrido com os embates persistentes contra os religiosos conservadores que perseguem os projetos e iniciativas a favor da população gay, e infelizmente os mesmos tem se saido melhores nessa guerra entre a liberdade e opressão.O perseguição desses religiosos eleitos é feita descaradamente e sem nenhuma vergonha na cara, com declarações preconceituosas, e pior, dentro dos próprios orgãos políticos.Tenho a opinião de que se você nasce para ser um pastor, padre ou qualquer que seja a religião que representa, o faça com louvor e honestidade. Se você nasce para ser político e representar o povo, o faça com perfeição ou tente representar-nos da melhor forma possível.Agora se você nasce um ou outro e não consegue desvincular os ambos assuntos, atrapalhando assim tantas pessoas, espalhando o ódio e manipulando as pessoas em nome de Deus, não tente fazer nada de tão complexo, por que sua inteligência não suporta.O estado deve ser laico e assegurar que a sociedade brasileira e seus poderes políticos não estejam na mão da fé e do conservadorismo. A história mundial mostra que todas as vezes em que a religião se manteve a frente da política e da gestão pública, as cenas foram de injustiças e sangue. O Brasil ainda é um país longe do laicismo, culpa parte das pessoas que votam sem ao menos analizarem as verdadeiras pretenções de seu candidato. Separar o estado das religiões deve ser uma luta real e persistente para que o Brasil seja mais plural e igualitário para sua sociedade.Se esses líderes religiosos mal conseguem fazer seu trabalho de parlamentar, julgando projetos e leis a partir de seus dogmas, imagino o "bom" trabalho que o mesmo faz para encaminhar suas ovelhas ao reino dos céus.
#EstadoLaicoJá
Fonte: http://gplaneta.blogspot.com/

2 falações!:

Diogo Didier disse...

Belo post querido! Tudo o que eu penso está escrito ai...bjoxxxxxxxxxx

Luciana Araújo Cavalcanti disse...

Belo! Belo! Adorei!